Seja o Herói de Sua Própria Jornada!

“Como ninguém pode passar do final da sua própria vida, eu quero ir até as montanhas, para estabelecer meu renome lá!

Onde alguém puder fazer seu nome, eu farei o meu! E onde ninguém puder fazer seu nome, eu escreverei os nomes dos deuses!

Aquele que tem uma família, que vá para sua casa. Quem tem uma mãe, que fique com sua mãe. Mas os homens solteiros, tipos como eu, juntem-se a mim, ao meu lado!”

Foi com essas palavras que, conforme uma antiga lenda, o rei da cidade sumeriana de Uruk, na antiga Mesopotâmia, atual Iraque, Gilgamesh (pronuncia-se “guilgaméch”), convocou seus súditos jovens para uma aventura numa terra distante, para enfrentar perigos e realizar proezas que os fariam ser lembrados mesmo depois de suas mortes.

Ele os chamou para realizar a Jornada do Herói!

O papo é sério agora. Muito sério. Eu vou fazer por você o que nenhum pai, professor ou psicólogo já fez. Eu vou te dar a chave para entender, enfim, o que realmente move você, te motiva a competir em olimpíadas do conhecimento, a sonhar com uma carreira de sucesso, entrar numa grande universidade, um instituto militar renomado, talvez até mesmo estudar no exterior. Quem sabe, se tornar o cientista que vai descobrir a cura definitiva do câncer, desenvolver um método de rejuvenescimento, descobrir vida em outros mundos!

Outros jovens, com outros talentos, almejam jogar na seleção brasileira de futebol, ou integrar uma banda famosa, brilhar nas telas da tevê e do cinema. Mas, essencialmente, eles não são diferentes de você. O que move eles é o mesmo que move você. Você só tem um talento diferente dos Eles ouviram, assim como você, a convocação de Gilgamesh.

Vocês ouviram o Chamado para a Aventura!

Em outras épocas, muitos jovens ouviram O Chamado para ocupar, conquistar e dominar terras distantes. O jovem Alexandre e seus jovens generais e jovens soldados ouviram O Chamado para “vingar as humilhações” impostas pela Pérsia às cidades Helênicas e Macedônicas. Os jovens normandos ouviram O Chamado para saquear e pilhar as riquezas das ilhas e terras costeiras do Mar do Norte. Os jovens cruzados ouviram O Chamado (“Deus quer!”) de um Papa para “libertar Jerusalém”.

Os milhares de jovens europeus que se lançaram ao “Mar Oceano” há mais de 500 anos não estavam em busca de especiarias nem de metais preciosos, nem de combater infiéis ou converter pagãos. Essas coisas eram só as desculpas que davam para si mesmos, e que os historiadores compraram. O que aconteceu foi que eles ouviram O Chamado para enfrentar o desconhecido, para ir aonde nenhum europeu jamais tinha ido — além do fim do mundo!

Os jovens nordestinos que migraram aos milhões, e ainda migram aos milhares, para outras partes do País, não estavam, nem estão, só fugindo da seca, mas sim atendendo ao Chamado para construir uma vida melhor para si mesmos e suas famílias, em terras com mais oportunidades.

Atender ao Chamado é a primeira etapa da Jornada do Herói, a estrutura narrativa que o antropólogo Joseph Campbell, o maior especialista em Mitologias que já existiu, desvendou em todas as histórias épicas que já foram cantadas e declamadas em verso, escritas e lidas em prosa, encenadas e interpretadas em palcos e telas. Desde o Épico de Gilgamesh até o Grande Sertão Veredas, de Guimarães Rosa.

Campbell foi o consultor do cineasta George Lucas, quando este resolveu fazer sua saga cinematográfica Star Wars. Lucas seguiu fielmente o roteiro da Jornada do Herói nos seus filmes. E, mais do que os efeitos especiais, as criaturas bizarras, as batalhas espaciais, o visual do Darth Vader, os sabres de luz, foi essa estrutura narrativa que determinou o sucesso da Saga. Principalmente entre o público jovem.

Porque a narrativa da Jornada do Herói não surgiu por acaso. Ela ressoa no íntimo de cada um de nós. Principalmente quando somos jovens. Todo “novinho”, toda “novinha” tem uma necessidade primal, que brota do fundo de sua mente, emerge em algum lugar no seu córtex cerebral, de deixar sua terra, seu lar, sua família, sua “vidinha”, e ir realizar uma proeza, fazer o seu nome, encontrar seu destino. A Jornada do Herói é o que todos os adolescentes e jovens precisam para ser alguém na vida, aos olhos dos outros e de si mesmos.

Você, caro CDF, deu sorte! Muitos ouvem O Chamado gritado por vozes nefastas, e se lançam em Jornadas destrutivas na criminalidade, no fanatismo, no terrorismo. Você ouviu o Chamado para uma Jornada no mundo do Conhecimento! Sua Missão será criar, disseminar e usar o Conhecimento em benefício próprio e das pessoas que você ama, e mesmo de quem você nem conhece.

Saiba que muitos infelizes nunca ouvem chamado nenhum! Passam a vida inteira apáticos, “encostados”, dependentes dos outros, sem saber o que fazer da vida. Podem até ter uma “vida boa”, em termos de conforto material, se vieram de famílias abastadas. Mas é uma vida vazia, sem significado, sem propósito. Fracassados, não porque seus projetos não deram certo, mas porque não conseguiram elaborar projeto nenhum para suas vidas. Porque não ouviram O Chamado, não viveram A Aventura, não fizeram A Jornada, não cumpriram A Missão.

Mas você ouviu. Você atendeu. Você seguirá. Você cumprirá.

E eu sei como será sua Jornada. Será semelhante à minha. Mas será única. Será só sua.

Eu tenho um pequeno papel nessa sua Jornada. Tenho que te dar alguns preciosos instrumentos de poder para você enfrentar os desafios. Tenho que te passar um conhecimento secreto para que você não sucumba aos perigos. Você vai encontrar esses dádivas nas outras páginas deste site.

Pronto, padawan, para iniciar sua Jornada?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s