Currículo de Português ― Livros de Gramática, Interpretação e Redação

10 comentários

A tarefa de aprender a chamada norma culta do Português Brasileiro, que nunca foi fácil, é atualmente muito mais penosa do que era no passado. Muitos livros de Português voltados para o Ensino Médio parecem os que antes eram adotados no segundo ciclo do Ensino Fundamental. Eles vêm com mais ilustrações do que textos, com mais textos de leitura do que apresentação teórica da gramática, com poucos e fáceis exercícios.

Por outro lado, os livros de Português no atual século vêm se beneficiando de pesquisas acadêmicas na área de Linguística que denunciam a artificialidade da tal “norma culta”, que nem as pessoas mais escolarizadas de fato usam, nem em suas conversas, nem em seus textos. Muitos fenômenos linguísticos caracterizados como “erros de Português” na tradição gramatical fazem parte da mudança natural da língua.

As gramáticas de referência, em nível de graduação, produzidas neste século, buscam mais descrever a “língua viva” (e por essa razão são chamadas de gramáticas descritivas), aquela que efetivamente é usada pelos mais variados setores da população e nas mais diversas regiões do País, do que normatizar como as pessoas deveriam usar a língua (as assim chamadas gramáticas normativas), aquela que se convencionou chamar de “norma culta”.

Se é pra adotar alguma variante linguística como “norma” a ser seguida em comunicações oficiais dos setores públicos e privados, que seja então baseada nos padrões de fala e escrita de verdade das pessoas com escolaridade superior, que já incorporaram muitas características dos usos mais coloquiais e populares.

Mas as maiores dificuldades dos estudantes nem são tanto os tópicos gramaticais, mas a interpretação e a produção de textos. Daí que os livros didáticos de Português dão cada vez mais espaço a essas atividades; mas às vezes o fazem ao custo de um ensino mais superficial de tópicos gramaticais. É difícil para os autores encontrarem um bom equilíbrio entre esses dois aspectos do domínio da língua. Por isso, o melhor é usar livros separados, dedicados cada qual a uma dessas “dimensões” do estudo do Português.

Inspirado em como organizei o Currículo de Inglês do CDF, este Currículo de Português também está organizado em três níveis, mas com menos livros:

Nível Básico:

Nível Intermediário:

Nível Avançado:

Siga a ordem apresentada nesta lista. Avance nela o máximo que você puder. São todos livros de autores consagrados, e amplamente usados na preparação para o Enem, vestibulares e concursos públicos. Bons estudos!

10 comentários em “Currículo de Português ― Livros de Gramática, Interpretação e Redação”

  1. Estudar com livro do professor, como esses do Cereja, não atrapalha? Ao ler a questão a resposta já está logo na sequência. Alguma dica? Obrigado por disponibilizar de maneira organizada o material.

    Curtir

    1. Se a resposta vem junto da questão, você pode cobrir a resposta com algum objeto — uma borracha, uma régua opaca, uma pedaço de papel — enquanto lê a pergunta.

      Só questões de múltipla escolha em que a resposta é dada como um xis-zinho ao lado da opção correta ficam verdadeiramente arruinadas.

      Mas a maioria dos livros do professor trazem as resoluções e respostas separadas das perguntas. Quando eu preparo os arquivos, às vezes eu movo as respostas para o final dos capítulos correspondentes.

      (Já não lembro como são esses do Cereja.)

      Curtir

    2. No caso de leitura em telas, você pode improvisar seu pedaço de papel virtual com uma “stick note” do Windows, ou qualquer imagem pequena que você possa mover na tela por cima do documento. Até uma janela reduzida de um programa como o Bloco de Notas serve.

      Curtir

  2. Olá, Serjão! Estou por terminar a minigramática da língua portuguesa, a qual escolhi pela concisão e renome do autor, para consolidar a “base” e pretendia partir para o Cegalla, como opção de aprofundamento. Apesar de não conhecer todas as nuances dos inúmeros gêneros textuais, atuo surpreendentemente bem nas avaliações de redação, principalmente no gênero dissertativo-argumentativo. Com relação a interpretação de texto, acredito que há espaço para melhora principalmente no que diz respeito à textos eruditos, como os poemas de Álvares de Azevedo e algumas obras de Machado de Assis. Também me incomoda a maneira com a qual a literatura é abordada no currículo escolar (sempre condensada e desconexa, como já foi ponderado em um post antigo se não me engano), mas sua presença nos mais concorridos vestibulares faz com que o seu domínio seja importante. Queria saber, na sua opinião, qual estágio seria o mais adequado para o início do currículo no meu caso e quais dessas obras eu tiraria o maior proveito e consequentemente deveria priorizar?

    Curtir

    1. Que você se saia bem em redação não é nada “surpreendente”; dá pra ver pela maneira como você escreve. Você certamente já passou do que chamei aqui de “nível básico”. Acredito que, neste momento, seria interessante você partir pro “nível intermediário”, que são os livros para concursos do Renato Aquino. Pra você treinar bastante como a Língua Portuguesa é cobrada em provas de concursos e vestibulares. (Enem é outra história.)

      Quanto a textos literários, você terá oportunidade de treinar a interpretação deles nos livros de Literatura que vou indicar no “Currículo de Humanas”, que devo publicar semana que vem. Acho mais produtivo abordar a História da Literatura como parte da História de Arte, no contexto maior da História Geral e da História da Filosofia.

      Curtir

      1. Beleza, dei uma rápida folheada nos volumes do Renato Aquino e gostei bastante da proposta dele (pena que não conhecia a coleção anteriormente). Agora é importante sair do planejamento e começar a escalar essa montanha, um passo de cada vez. Espero voltar em breve para relatar progresso nessa e em outras disciplinas e agradecer pela contribuição!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s